Previsão de inflação em Israel: 1,5% ao Ano

Inflação em Israel – De acordo com dados atualizados publicados ontem pelo Banco de Israel, até julho de 2019, s expectativa de inflação é de 1,5% ao ano, este é o maior nível desde 2013.

Segundo os dados do Banco de Israel, a inflação foi de 1,3% nos 12 meses anteriores, segundo economistas que preveem o mercado financeiro, e economistas do mercado de capitais e dos bancos, a expectativa é ainda maior, 1,8% ao ano.

O Estado de Israel já vive em uma relativa estabilidade financeira e econômica durante anos, isto ocorre devido a grande entrada de recursos no país e a privatização equilibrada, e uma política de juros baixos, próximo a 1% ao ano, o que tira o incentivo no mercado de especulação.

Ao mesmo tempo, a taxa de vagas de emprego em Israel no segundo trimestre do ano foi de 3,78%. Esta é uma queda de 2,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com dados do Escritório Central de Estatísticas, o principal declínio foi na indústria da construção civil(15%), com 10.044 vagas de emprego registradas neste trimestre, enquanto o comércio diminuiu 5% e o número de vagas ficou em 13.936.

Em contraste, nas indústrias de serviços, o número de vagas de emprego aumentou (10%) e ficou em 68.886 vagas no trimestre atual.
No geral, o número de vagas de emprego de abril até junho de 2018 foi de 104.026.

Os dados também indicam que há uma correlação entre a idade da empresa e o recrutamento de funcionários. Novas empresas (até 3 anos) tendem a procurar empregados mais novos do que empresas mais antigas (acima de 15 anos).

Assim, 37% das novas empresas buscam recrutar novos funcionários. Isso se compara a 23% dos novos funcionários que procuram empresas veteranas. Em Israel ainda há uma grande busca por empregados no ramo de Alta-Tecnologia, a procura é sempre muito maior do que a demanda neste ramo.