Protestos em Gaza poderá gerar confrontos violentos com Israel a partir de hoje

Estamos no auge da preparação do Pessach, a Páscoa Judaica e a provocação palestina está so no começo. Os palestinos em Gaza estão planejando 45 dias de protestos ao longo da fronteira com Israel que antecederam o 70º aniversário da Independência de Israel. Eles chamam este dia de Nakba, o dia da catástrofe palestina ou “Dia da Terra”.

Ao longo dos últimos dias cresceu a motivação de palestinos de invadir, realizar atentados terroristas e danificar os bens de de Israel junto a Gaza.

Ontem 3 terroristas foram presos cerca de 20 quilômetros dentro do Estado de Israel com diversas armas e até mesmo uma granada em posse.

Os palestinos estão se preparando para o “Dia da Terra”, que será marcado no final de semana e será o primeiro de uma série de eventos planejados pelos palestinos nas próximas semanas, culminando na “marcha de retorno” planejada para o Dia Nakba em meados de maio, na qual os organizadores esperam que cerca de 100.000 palestinos marchem em direção à cerca.

O Estado de Israel e as Forças de Defesa de Israel já avisaram que não vão tolerar a provocação e serão colocados atiradores de elite para inibir e impedir o abuso palestino, mesmo que isto venha a custar vidas do lado inimigo.

Hamas e outras facções tem feito uso da neblina afim de invadir Israel, neste período do ano a visibilidade é muito pouca na região nas primeiras horas da manhã.

Se a teimosia palestina persistir, poderá haver uma grande derramamento de sangue na região, Hamas não tem nenhum interesse de paz, o único interesse real do grupo é utilizar a população palestina como escudo humano para os seus crimes hediondos.

Foto: Common Media – Cidade de Gaza

Os comentários estão encerrado.