Reserva Natural do Sataf

A Reserva Natural do Sataf está situada a leste de Har Eitan, na periferia oeste de Jerusalém, em um desfiladeiro que desce até o Riacho de Soreq, um dos mais importantes da Judéia.

Duas fontes importantes que emergem das rochas e foram preparadas desde a antiguidade para regar os terraços agrícolas que servem como um lembrete de uma cultura hebraica quase desaparecida que remonta a milhares de anos.

Em lugares como estes, nos dias dos antigos israelitas, as hortas eram irrigadas e cresciam ao lado de vinhas, olivais e pomares de amendoeiras que não necessitam de irrigação artificial e colorem o campo verde durante todo o ano.

A Reserva Natural do Sataf é sem dúvida alguma uma grande oportunidade para se conhecer como era a agricultura na antiguidade, além disso o visitante pode ver como os israelenses, após 2000 anos, conseguiram restaurar o mesmo processo e se alimentarem do que crescem ali.

Locais especiais:

  • Fonte de Ein Sataf
  • Terreças agrícolas irrigados por canal
  • Pomar da Terra de Israel
  • nascente Ein Hindak

Instalações

  • Mirante
  • Trilha marcada
  • Sítio arqueológico e histórico

Atrações adicionais nas proximidades:

  • Kibbutz Tzuba
  • Ein Kerem
  • Eshtaol
  • Ramat Raziel
  • Nahal Sorek (“Riacho de Sorek”).

Como chegar no Sataf

Existem três maneiras de chegar ao Sataf:

  • Vindo da região litorânea, vire para sul da auto-estrada principal para Jerusalém (Rota nº 1) no trevo Harel e continue para sul através de MaozZion na direcção de Kibbutz Tzuba (Rota nº 3965).
  • De Jerusalém você pode pegar a rota no. 395 de Ein Kerem, no sudoeste de Jerusalém.
  • Da Planície Costeira, você também pode pegar a rota no. 395 (na direção oposta) de Eshtaol Junction e continuar via Kesalon, Ramat Raziel e Tzuba. Da junção de Sataf uma estrada pavimentada leva a Sataf. Para pedestres: a partir da estrada Nahal Sorek abaixo do local (rota 386), uma trilha ascende ao Sataf.