Síria e Turquia estão prestes a se confrontar

Cresce a tensão na fronteira norte da Síria, milhares estão ficando sem suas casas, dezenas de mortos dos dois lados e agora o exército sírio vai entra na fogueira.

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse que falou ao telefone com o presidente dos EUA, Donald Trump, e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, enfatizando a necessidade de interromper imediatamente os ataques turcos no norte da Síria, em parte por causa de uma crise humanitária. Macron também anunciou a convocação de uma reunião especial de emergência do governo sobre o assunto.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, negou os relatos de prisioneiros do ISIS fugindo na sequência da ofensiva turca no norte da Síria, dizendo que são “informações enganosas destinadas a agitar o Ocidente”. Foi assim que a agência de notícias turca estatal Anadolu informou. Anteriormente, o governo curdo informou que 785 mulheres do ISIS e seus filhos haviam fugido de um campo de DP, onde foram mantidas perto da cidade de Ein Issa.

O Centro Sírio para os Direitos Humanos, uma associação afiliada à oposição sediada em Londres, informou que pelo menos 24 civis foram mortos hoje durante o ataque turco ao norte da Síria. Segundo o centro, pelo menos 60 civis foram mortos nos últimos quatro dias.

A agência de notícias síria “Sana” informou que as forças do exército sírio estão se movendo para o norte em direção à zona de conflito militar turca. “El Miyadin” informou que nas próximas 48 horas as tropas chegarão às cidades de Kubani e Manjab, perto da fronteira entre a Síria e a Turquia. O barril de pólvoras do Oriente Médio está prestes a explodir em uma nova guerra regional, desta vez entre a Turquia e a Síria. Porém, Bashar Al-Assad parece estar ainda muito enfraquecido, juntamente com seu exército, e pode ser que receie entrar em mais uma rodada sangrenta.

2 comentários em “Síria e Turquia estão prestes a se confrontar”

  1. Durante décadas a Síria foi ,e ainda o é,inimigo figadal de Israel,planejando com outras nações a total destruição do Estado Sionista.E atacando covardemente a Israel.Agora a desgraça se abateu sobre o povo sírio.Simples coincidência?
    “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que amaldiçoarem”(Gn 12.3).
    Isso é muito simples de se entender.

Os comentários estão encerrado.