Terremoto de 3,7 graus no sul do Líbano e na Galiléia

Segundo informações divulgadas pelo Centro Geofísico do Estado de Israel, o epicentro do terremoto foi no Sul do Líbano, mas o abalo sísmico afetou toda a Galiléia. O terremoto foi de magnitude de 3,7 graus no sul do Líbano e na Galiléia

Até agora não houve nenhuma informação sobre danos materiais e vidas.

Seis meses atrás, um terremoto foi sentido no sul e centro do país. O terremoto foi registrado magnitude de 4,9 e ocorreu na região do Sinai, a cerca de 100 quilômetros ao sul de Eilat.

Um mês antes Um pequeno terremoto foi sentido no Mar Morto e em Arad no Sudeste de Israel, mas ele foi tão fraco Instituto Geofísico não pode medi-lo.

Em julho do ano passado ocorreu um terremoto que atingiu 4,4 de magnitude, perto do Mar Morto, e o abalo sísmico foi sentido em todo o país.

A cada 100 anos ocorre na região um terremoto de grandes proporções que pode destruir cidades inteiras, um grande terremoto ocorreu em Jerusalém de 1834 ocorreu em 13 de maio de 1834 durante os primeiros dias da revolta dos camponeses da região contra Ibrahim Pasha, o governante do Egito. O epicentro do terremoto foi na área de Jerusalém. Depois de uma breve pausa, a luta voltou ao dia seguinte.

O dano do terremoto incluiu o colapso de parte da muralha da cidade perto da Cúpula da Rocha, o colapso da cúpula sobre a Capela da Ascensão, um minarete na cidade e um no Monte das Oliveiras, os colapso ou danos de várias grandes casas em Jerusalém, e os graves danos dos mosteiros latinos e armênios em Belém. A Igreja do Santo Sepulcro sofreu pequenos danos.

O terremoto de 1927 em Jericho foi um evento devastador que abalou o Mandato Britânico na Palestina(Israel) e a Transjordânia em 11 de julho às 15:08 hora local.

O epicentro do terremoto foi na zona norte do Mar Morto. As cidades de Jerusalém, Jericó, Ramle, Tiberíades e Nablus ficaram gravemente danificadas e pelo menos 287 foram mortas. Naquele período a população na região era bem pequena, e muitos viviam no campo, o que evitou um grande número de mortos. Nos dias de hoje, por causa do grande aumento da população e dos grandes centros urbanos que se formaram, o temor é de que dezenas de milhares de pessoas venham a perder suas vidas caso um terremoto de grandes proporções venha novamente ocorrer na região.

Os comentários estão encerrado.