Terrorista revela coação de civis pelo Hamas

É simplesmente vergonhoso o método com que os terroristas utilizam para coagir os civis a aderirem aos protestos na cerca de fronteira com Israel. Pessoas que as vezes não tem trabalho, não tem o que comer, pois os grupos terroristas, ao invés de investirem em melhores condições para a população, investem em violência.

Um terrorista do Hamas que chegou à cerca da fronteira entre Gaza e Israel e foi capturado explica como o Hamas força civis a participarem da violência contra Israel.

Hamas é quem fica enviando mensagens de SMS e pelo Facebook pedindo para irmos até a cerca de fronteira.

As mesquistas também distribuem panfletos chamando-nos e incentivando-nos a irmos para a cerca de defesa.

Eles tem o controle da Faixa de Gaza e de tudo o que se passa aqui.

Hamas organiza os ataques que as pessoas não querem fazer. Hamas força as pessoas e se não fazemos o que eles querem eles se voltam contra nós.

Quando há eletricidade e a televisão transmite, eles transmitem os protestos e dizem, Marcha do Retorno, Marcha do Retorno, Marcha do Retorno, colocam ônibus para trazerem as pessoas e algumas pessoas acabam indo.

Eles dizem para as mulheres, vão para a frente, eles não atiram em mulheres, dizem para as crianças, vão para a frente, eles não atiram em crianças.

Se eles dizem para uma criança ir para frente e ela não vai, eles espancam eles. Eles tem um comitê responsável pela marcha, por organizar, divulgar e forçar as pessoas a fazerem o que eles querem, pessoas ficam ouvindo e acabam vindo, e eu sou uma destas pessoas.

Durante a gravação que foi divulgada pela IDF, pode-se ver uma pipa incendiária ao fundo. Estas pipas foram enviadas para incendiar os campos agrícolas de Israel e até poderiam causa morte de muitos inocentes. Milagrosamente ninguém morreu por causa delas. Nesta que aparece no vídeo, aparecem inscrições em árabe e até mesmo suástica, o símbolo nazista, que agora está sendo adotado pelos palestinos em sua política anti-Israel. É triste que ao invés da Comissão de Direitos Humanos da ONU abrir uma investigação contra o Hamas por utilizar a população civil como escudo humano, a mesma comissão que é pró-islamista, aprovou uma investigação contra Israel.

Israel é tão misericordioso que preferiu omitir o rosto do terrorista, pois caso este venha a ser revelado, ele seria massacrado mesmo na prisão por revelar detalhes de como o grupo terrorista do Hamas coage os civis palestinos a praticarem o terrorismo.

Vídeo original divulgado pela IDF