Trabalhando para um mundo melhor: Melhorando a maneira como carregamos as baterias

Israel é sem dúvida alguma o país da inovação, há neste país muitas mentes trabalhando para desenvolver a tecnologia do futuro. Prof. Emanuel Peled é uma destas mentes brilhantes. Prof. Peled desenvolveu uma micro-bateria de iões de lítio 3-D de chip de silício, juntamente com Prof. Dana Golodnitsky da Escola de Química da TAU (Universidade de Tel Aviv) e Prof. Menachem Nathan, da Faculdade de Engenharia de Iby e Aladar Fleischman. Ele também colaborou com a Industria Rafael no desenvolvimento de baterias térmicas de lítio para mísseis, que a empresa produz para as Forças de Defesa de Israel e para exportação. Juntamente com uma equipe da JPL-NASA, ele desenvolveu um eletrólito sólido composto.

O Prof. Peled foi co-fundador da Startrick Chemtronics, uma empresa que desenvolveu um estado de saúde único e o estado do medidor de carga para baterias de lítio. A tecnologia foi transferida para uma empresa eletrônica israelense (QPS). Ele é um co-fundador da EnStorage, uma empresa startup voltada para o desenvolvimento e comercialização de sistemas de armazenamento de energia muito grandes com base em uma célula de combustível regenerativa. Além disso é co-fundador da Honeycomb, uma empresa de startup voltada para o desenvolvimento de baterias 3D.

Vinte anos de curiosidade contínua

O professor Peled juntou-se à faculdade TAU em 1973 como palestrante e se tornou professor titular em 1991. Em 2011, ele se aposentou como professor emérito no entanto, ele continua a ensinar e realizar pesquisas. Seu grupo de pesquisa é composto por seis estudantes de doutorado, dois pesquisadores pós-doutores e três engenheiros.

De 1997 a 2000, o Prof. Peled foi diretor do Centro de Pesquisa de Material Aplicado da Wolfson na TAU e do Gordon Center of Energy Studies. Ele liderou o comitê que estabeleceu o programa de pós-graduação multidisciplinar em Ciência e Engenharia de Materiais e ele atua como seu coordenador.

Por suas conquistas no campo das fontes de energia, o Prof. Peled foi premiado com o Prêmio de Pesquisa de Divisão de Bateria da Sociedade Eletroquímica, o Prêmio de Pesquisa de Landau, o Prêmio International da Battery Associations (IBA) e o Prêmio de cientista destacado da Sociedade de Química de Israel.

Ele publicou 177 artigos e possui 47 patentes e patentes pendentes nos campos de baterias e células de combustível.

Fonte: Universidade de Tel Aviv – TAU