Trump deixou a porta aberta para um conflito com o Irã

Até agora, os políticos americanos estavam muito preocupados em evitar um possível conflito com a República Islâmica do Irã que vem ameaçando não somente os Estados Unidos, mas também, Israel, Arábia Saudita, Omã, Jordânia, e até mesmo a Europa, com retaliações, caso houvesse um ataque das forças de coalisão do ocidente.

Tudo indica que Donald Trump pôs um prego no caixão na esperança da oposição americana em não se envolver militarmente com o Irã, o estado terrorista que mais investe em sabotar o ocidente.

O presidente dos EUA, Donald Trump, vetou um projeto de lei que foi aprovado no Congresso dos Estados Unidos, que tinha como objetivo, restringir seu poder de iniciar uma guerra contra o Irã.

“Foi uma legislação muito ofensiva que os democratas iniciaram como parte de sua estratégia para vencer o Partido Republicano em novembro”, disse Donald Trump.

Sendo assim, a porta para um conflito com o Irã, caso a república islâmica não recue de seus planos grandiosos de produção de armamento nuclear, estão abertas, Irã poderá pagar muito caro em ameaçar a existência de outros países. Anteontem, autoridades israelenses declararam a imprensa que o Irã estaria retirando seus funcionários e militares do território da Síria e esvaziando suas bases. Por um lado a notícia parece ser boa, mas por outros é muito preocupante também, mais detalhes aqui:

1 comentário em “Trump deixou a porta aberta para um conflito com o Irã”

  1. Quem só conhece a linguagem da força bruta jamais cederá um palmo de sua posição através de conversações de paz se antes não for atacado de maneira poderosa e violenta.
    Irã precisa ser confrontado de maneira poderosa e violenta,só assim cederá.
    “Ó SENHOR,Deus das vinganças,ó Deus das vinganças,resplandece.Exalta-te,ó juiz da terra;dá o pago aos soberbos”(Sl 94.1-2).

Os comentários estão encerrado.