Tunísia prendeu 11 refugiados sírios perto da fronteira argelina

Refugiados sírios – Como se não bastasse, os refugiados da Síria ao invés de serem ajudados por seus “irmãos” árabes, não descriminados e presos simplesmente por serem sírios.

A informação foi divulgada pelo próprio Ministério do Interior da Tunísia, 11 refugiados sírios que atravessaram as fronteiras ocidentais do país foram ecancerados.

Em uma informação que a agência de notícias Anadolu obteve, o ministério disse que no domingo, “a equipe de patrulha da fronteira da Guarda Nacional na cidade de Fériana, na região de Kasserine (oeste), prendeu 11 pessoas com nacionalidade síria depois de atravessarem a fronteira da Argélia em direção ao território Tunísia”.

A declaração acrescentou que a prisão desses imigrantes foi realizada “perto da fronteira tunisina-argelina”, e ressaltou que “após uma consulta ao Ministério Público, a equipe acima mencionada foi autorizada a agir legalmente contra eles”, sem mais informações indicando exatamente o que é essa ação.

Em oito de fevereiro, os sírios cruzaram a fronteira tunisina-argelina e foram presos pela guarda de fronteira tunisiana.

No dia 19 de novembro, cinco sírios que atravessaram as fronteiras da Argélia para a região de Kasserine também foram presos. Eles foram encaminhados ao Ministério Público da Tunísia sob acusações de cruzar ilegalmente a fronteira, de acordo com o Ministério do Interior da Tunísia.

A Tunísia, bem como muitos outros países árabes não fazem praticamente nada para ajudar os sírios, só os prejudicam, é impressionante a hipocrisia dos estados islâmicos, eles demonstram que o conceito de solidariedade entre eles é praticamente inexistente.

Fonte: MEMO
Foto acima: Refugiados da Síria na fronteira entre o Marrocos e a Argélia [INP PLUS‏/Twitter]

Os comentários estão encerrado.