Turquia violou acordo com EUA e poderá pagar muito caro por não libertar pastor americano

Andrew C. Brunson – Em um acordo que foi feito entre o Governo da Turquia, o Presidente Erdogan e o Governo dos Estados Unidos, o próprio Donal Trump, no qual, no final do processo o governo turco deveria libertar completamente o pastor Andrew C. Brunson da cadeia e permiti-lo a voltar para os Estado Unidos.

Para concluir o acordo, o Presidente Donal Trump pediu um favor ao Governo de Israel que incluía a liberação da ativista Ebru Özkan’ın, uma mulher turca de 27 anos que foi presa em Israel por lavar dinheiro para o Hamas.

Quem é Ebru Özkan’ın?

Ebru Özkan’ın estava já de saída para a Turquia quando os serviços de segurança do Estado de Israel puseram a mão nela, desde então estava presa e iria a julgamento. Por causa do pedido de Donald Trump ao Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ela seria libertada em troca da Turquia libertar o pastor Andrew C. Brunson.

Como todos nós sabemos, Erdogan, o presidente da Turquia não passa de um mentiroso e nunca cumpre seus acordos com os Estados Unidos, a Europa e Israel. Ele só cumpre acordos com seus colegas islamistas e grupos terroristas como o Hamas. Erdogan também é islamista e sonha com uma volta do Império Otomano comandando a região, mas seus país não passa de um cão morto.

Quem é o pastor Andrew C. Brunson?

Andrew C. Brunson (≈ 1966) é um prisioneiro americano na Turquia, ele foi preso em outubro de 2016 por atividades de ‘cristianização’ durante os protestos ocorridos após o a tentativa de golpe na Turquia em 2016,. Durante este período, o governo da Turquia aprisionou dezenas de milhares de militares , funcionários públicos, educadores, acadêmicos, dissidentes e jornalistas.

Brunson é um pastor evangélico da Igreja da Ressurreição de Esmirna, uma das cidades berço do cristianismo, ele era o líder de uma pequena igreja protestante com cerca de 25 membros.

Ameaça de Sanções Pesadas sobre a Turquia

Em 26 de julho de 2018 o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, pediu ao presidente turco Erdogan que liberte Brunson ou enfrente sanções significativas.

Ainda ontem, o próprio presidente dos Estados Unidos voltou a ameaçar Recep Tayyip Erdoğan, o presidente da Turquia, se o mesmo não cumprir a sua parte no acordo.

Recep Tayyip Erdoğan é um ditador que perseguiu violentamente milhares de pessoas, fazendo prisões ilegais de tudo e todos que via pela frente. A Turquia vive hoje em uma espécie de ditadura camuflada de democracia, onde o presidente atual é o “todo poderoso”. Quem se quer se opões ou critica, poderá desaparecer nos porões da história. De fato a prisão de Andrew C. Brunson não passa de uma farsa, e parte integral da perseguição que os islamistas fazem aos cristão na Turquia.