Vale do Jordão, imagens aéreas

O VALE DO JORDÃO, UMA FRONTEIRA NATURAL

Esta região geográfica inclui o rio Jordão, Vale do Jordão, Vale do Hula, lago de Tiberíades e o Mar Morto, a maior depressão do Planeta. O Vale do Jordão foi formado em milhões de anos atrás, quando a placa tectônica Arábica se moveu para nordeste da África.

Um milhão de anos mais tarde, a terra entre o Mediterrâneo e o Vale do Jordão cresceu de modo que a água do mar parou de alagar a região. O ponto mais baixo da região está às margens do Mar Morto, que alcança 417 metros abaixo do nível do Mediterrâneo. Com penhascos de quase 1.000 metros em ambos os lados, formando um corte topográfico significativo sobre a qual poucas estradas pavimentadas.

O norte do vale do Mar Morto tem sido uma região agrícola por causa da água do rio Jordão e inúmeras nascentes localizadas junto dali.

O Vale do Jordão é o cenário ideal para o desenvolvimento das antigas civilizações. a água corrente o ano todo e as grandes pastagens proporcionaram a humanidade uma região apropriada para o desenvolvimento da agricultura e da criação de diversos tipos de rebanhos. Assim como no passado, ainda nos dias de hoje é comum ver muitos rebanhos na região, principalmente na Primavera e no Outono.

Entre os mais importantes sítios arqueológicos da região estão Jericó, o principal deles é Tel Es-Sultan, a Jericó bíblica que é considerada pelos arqueólogos como a cidade mais antiga do planeta. O Gilgal Argaman, local onde pode-se ver um dos altares de Josué no Vale do Jordão. Bei Shean, uma cidade moderna fundada onde era a Antiga Beit Sean e seu Parque Nacional. A Fortaleza de Kokhav HaYarden, chamada pelos causado de Belvoir. O Palácio de Herodes em Jericó. O Sartaba Alexandron, uma fortaleza dos Macabeus, o local dos Batismo às margens do Rio Jordão e muitos outros locais impressionantes.