Violência entre IDF e palestinos na região de Hebron

Após um incidente grave que ocorreu ontem na região de Hebron, onde um terrorista palestino atirou um bloco de pedra sobre um soldado israelense em um vilarejo árabe na Samaria, a caça ao terrorista levou a conflitos na região onde a família do terrorista mora, a sudoeste de Hebron.

Durante ontem, o dia inteiro, soldados das Forças de Defesa de Israel estiveram rastreando na região e prenderam familiares do terrorista que está foragido.

No fim do dia de ontem, eclodiu mais uma onda de Violência entre IDF e palestinos na região de Hebron, na Judéia, Israel.

Durante a madrugada, centenas de palestinos estavam desafiando as Forças de Defesa de Israel na aldeia de Al-Fawwar, na região de Hebron. No incidente da madrugada, terroristas lançaram blocos de pedra, explosivos e coquetéis molotov contra as forças de segurança de Israel, que acabaram tento que responder com fogo. Durante os conflitos violentos, segundo informações da Autoridade Palestina, um jovem palestino de 14 anos foi baleado.

A pergunta que não se cala, é o que um jovem de 14 anos estava fazendo em meio a um conflito entre forças de segurança e terroristas durante a madrugada, quem brinca com fogo acaba se queimando.

Segundo os serviços de segurança de Israel, a aldeia de Al-Fawwar é um covil de ativistas e terroristas do Hamas na região da Judéia, e o grupo terrorista incentiva a violência contra as Forças de Defesa de Israel e cidadãos israelenses em geral.

2 comentários em “Violência entre IDF e palestinos na região de Hebron”

  1. Não se pode dar ‘mole’ para terroristas.Israel a meu ver,ainda está dando ‘mole’,muito brando.Os terroristas não atiram bombas,granadas e foguetes porque não os dispõem naquele momento.
    Israel tem de fé no Deus de Israel e partir para cima desses terroristas!E orar com confiança:”pois de força me cingiste para o combate e me submeteste os que se levantaram contra mim”(2 Sm 22.40).

Os comentários estão encerrado.