O cúmulo do absurdo: na Noruega, UNRWA é indicada para Prêmio Nobel da Paz

A Noruega não só anunciou que não tencionava congelar os orçamentos da UNRA na sequência do envolvimento de pelo menos 12 funcionários da organização no ataque terrorista de 7 de Outubro, como também criticou todos aqueles que o fizeram – foi agora sabido que o representante sênior do partido no poder, o Trabalhista, que é membro do Comitê de Relações Exteriores e Defesa do parlamento local, recomendou a UNRA como candidata ao Prêmio Nobel da Paz.

O membro do parlamento, Edmund Okrost, anunciou que recomendou a UNRWA, a agência da ONU de ajuda e emprego para os refugiados palestinianos, como candidata ao Prémio Nobel da Paz – apesar de os funcionários da organização estarem a ser investigados pelo seu envolvimento no massacre. “Nomeei a UNRWA pelo seu trabalho de longo prazo no fornecimento de apoio essencial à Palestina e à região em geral”, disse ele, “este trabalho tem sido importante há mais de 70 anos e nos últimos três meses tem sido essencial”.

Fonte: YnetNews

Deixe um comentário