Vulcões em Israel: Colinas de Golan

Em um remoto passado, segundo os geólogos, a região das Colinas de Golan eram uma grande planície que a cerca de 7 milhões de anos atrás, e sofreu uma grande mudança, para nunca mais se assemelhar ao que era antes, o motivo foi que os vulcões em Israel entraram em erupção.

Quem passeia pelas colinas de Golan não consegue evitar a pergunta o por que quase todas as rochas que podem ser vistas são negras, a a primeira coisa que posso dizer é que se trata do basalto, uma rocha oriunda de erupções vulcânicas.

Neste passado remoto, ocorreram diversos períodos de erupção que foram preenchendo a região de lava vulcânica e cinzas vulcânicas, além de gotas vulcânicas. As gotas esfriadas se tornaram bem semelhantes as formas de meteoros, as cinzas se transformação em escória, e a lava derretidas, depois de esfriada, em basalto.

O basalto e a escória se espalharam, ainda segundo os geólogos em períodos curtos tempos, neste caso, somente algumas semanas, por toda a região onde havia o vale. Depois houve um grande período de intervalo, milhares de anos depois, ocorreram novas erupções, o que pode ser visto claramente em uma outra camada de escória e basalto no parque vulcânico.

Existem muitos mais detalhes interessantes que levaram a região a ter a aparência que conhecemos hoje, e como teria sido formado o Mar da Galiléia, estão interessados?Então está na hora de cursar conosco o nosso curso exclusivo:

1 comentário em “Vulcões em Israel: Colinas de Golan”

Deixe um comentário