A mentira árabe: Israel despejou palestinos de suas terras em Jerusalém

Nos meios de comunicação árabes e europeus, estão criticando Israel por “despejar palestinos de suas propriedade em Jerusalém. Mas é obvio que não se trata de nada mais de uma mentira árabe, uma propaganda enganosa palestina, pois nenhum palestino foi de fato despejado.

Agora vamos entender o que realmente aconteceu e não o que e mídia pró palestina quer que vocês saibam:

O chamado despejo é desapropriação de casas que foram construídas ilegalmente sobre propriedades dos judeus, que compraram as mesmas antes mesmo da guerra de independência de Israel. Todas a propriedades foram compradas e pagas pelos judeus e os direitos as propriedades são protegidos pelas leis que os árabes estão violando. Mas como sempre, o invés de agradecerem por terem tido o privilégio de morar em terras que não pertenciam a eles por mais de 70 anos, agora fazem papel de coitadinhos e incitam a violência desenfreada contra os judeus.