A pandemia quem da Ucrânia para Israel

156 israelenses voltando da Ucrânia foram confirmados como positivos para o Corona ontem. O Ministério da Segurança Interna informou que, de acordo com a diretiva do Primeiro-Ministro Naftali Bennett, dentre eles, 117 passageiros foram convocados para interrogatório pela polícia por suspeita de falsificação e fraude de testes corona, bem como por disseminação de doenças em circunstâncias agravadas.

Foi declarado que “estas são infrações criminais graves, que podem equivaler a penas de prisão de até 5 anos. Todos os que aterrizaram e foram confirmados com corona, se apresentarão para interrogatório à Polícia de Israel no final de seus dez dias de recuperação, todos abrirão processos criminais e as ofensas serão tratadas com severidade.”

Ontem a polícia anunciou que pelo menos 13 pessoas foram presas com exames de corona falsificados, todos estes, judeus ultra-ortodoxos que haviam viajado para Umman na Ucrânia, para rezar junto ao túmulo de um dos líderes de sua comunidade.

Fonte: YnetNews