A sorte dos palestinos é a misericórdia dos judeus

Em qualquer outro lugar do Mundo, uma mulher com uma faca na mão, pronta para realizar um atentado, seria exterminada pelas forças militares, mas em Israel, é outro destino. Uma mulher palestina chegou ao cruzamento de Qalandiya com uma faca, pediu aos guardas de fronteira que atirassem nela – e foi presa.

Uma mulher palestina na casa dos 60 anos foi presa após chegar a Qalandiya atravessando com uma faca e pedindo aos guardas de fronteira que atirassem nela. Ela foi presa pelas forças de segurança e levada para interrogatório.

Foto Ilustração: PixaBay