Azerbaijão: Podemos intermediar entre Israel e Irã

A relação entre Israel e o Azerbaijão é uma das mais exclusivas de Jerusalém. Um país de maioria xiita que vê Israel como um de seus parceiros mais antigos e certamente um dos mais estratégicos.

A eficácia da profunda amizade entre os dois países foi revelada a todo o mundo na Segunda Guerra do Nagorno-Karabakh, na qual o Azerbaijão alcançou uma vitória retumbante com a ajuda de armas israelenses que incluíam, entre outras coisas, o míssil balístico “Laura” e o drone-bomba suicida “Harup”. Ao mesmo tempo, o Azerbaijão é um vizinho do Irã preparado para combinar suas relações com Jerusalém e Teerã.

Quem comanda com sucesso a diplomacia especial azeri desde 16 de julho é o ministro das Relações Exteriores, Jihon Bayramov, que já atuou como ministro da Educação. Em uma entrevista exclusiva com o IsraelHayom, ele fala sobre seu relacionamento especial com Israel, sua gratidão a Jerusalém por sua ajuda durante e após a guerra, seu grande apreço pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, e também se refere à possibilidade de Baku mediar entre Jerusalém e Teerã.

“O Azerbaijão e Israel estão mantendo fortes relações bilaterais e boas amizades”, disse o ministro Beiramov ao IsraelHayom. “Israel foi um dos primeiros países a reconhecer a independência do Azerbaijão e nós o apreciamos muito por isso. A cooperação entre nós é estreita e benéfica para ambos os lados em vários campos, incluindo política, economia e segurança.”

Fonte: IsraelHayom

1 comentário em “Azerbaijão: Podemos intermediar entre Israel e Irã”

Os comentários estão encerrado.