Bennett rejeitou publicamente o consulado americano para palestinos em Jerusalém

Atém agora, tanto árabes quanto esquerdistas estavam esperançosos de que o atual governo, apoiado por eles, cedesse a vontade dos americanos em criar um consulado que preste serviços aos palestinos na Capital de Israel, Jerusalém. Mas hoje, logo após a aprovação do orçamento com o apoio de todos os partidos da coalisão, Naftali Bennett rejeitou publicamente a criação de um consulado americano para os palestinos.

O primeiro-ministro Naftali Bennett disse ter deixado claro para o governo dos EUA que se opõe à abertura de um consulado dos EUA em Jerusalém. Expressamos nossa posição de forma consistente e sem drama. Jerusalém é a capital do Estado de Israel “, disse Bennett em entrevista coletiva. A declaração de Naftali Bennett poderá também representar mais um abalo da homogênea de seu governo e nas próximas semanas vamos saber se é apenas uma quena rachadura ou uma grande fenda.