Com mais de 50% da população vacinada, começa normalização gradual em Israel

Mais uma vez, saímos para ver como está a situação nas ruas de Israel. Podemos perceber que com mais de 50% da população vacinada, o país se prepara rumo a normalização gradual. Nas ruas de Tel Aviv, se não fosse pelas máscaras, pensaríamos que a pandemia já se foi por completo.

Apesar da aparente despreocupação com a pandemia, as diretrizes continuam valendo, este é o primeiro Pessach livre que a população dos Israel está podendo comemorar depois de um ano de pandemia. Na quinta-feira por exemplo, ocorreu o primeiro jogo de futebol com público desde o começo da pandemia, neste sábado está ocorrendo o segundo. Ao todo foram permitidos 5000 torcedores presentes em ambos os jogos, isto é uma grande vitória para o esporte em Israel.

A festa de pensar, conhecida em português como a Páscoa judaica, é a festa da libertação do povo de Israel da escravidão do Egito, durante o êxodo há cerca de 3500 anos atrás. A Páscoa judaica este ano tem um significado especial, a libertação da pandemia do coronavírus.

Se o número de contaminados continuar caindo, mesmo após a esta festa onde muitos se encontram e o distanciamento social é praticamente impossível, isto significará que realmente o país está vencendo a pandemia, talvez seja o primeiro país a permitir a retirada das máscaras nos próximos meses, seu ritmo de regressão continuar.

Para o povo de Israel que comemora todos os anos a festa judaica, a comemoração deste ano de forma mais ampla, podendo visitar os parentes e amigos, significa por si só uma grande vitória, assim como naquela Páscoa de 3500 anos atrás, o povo foi livre do anjo da morte que visitou o Egito.

1 comentário em “Com mais de 50% da população vacinada, começa normalização gradual em Israel”

Os comentários estão encerrado.