Companheiros de Netanyahu são inocentados em caso de submarinos

Um companheiro de Benjamin Netanyahu, o advogado David Shimron e o ex-comandante da marinha de Israel, Eliezer (Cheney) Marom, recebeu uma notificação do Ministério Público Estadual sobre o fechamento dos processos de investigação contra eles no caso do submarino.

Em dezembro de 2019, o Ministério Público Estadual decidiu processar Marom em uma audiência, por segundo as acusações, aceitar suborno, por lavagem de dinheiro e crimes fiscais, e Shimron por lavagem de dinheiro.

Após o fechamento deste caso, Netanyahu pode contar com mais uma vitória na área judicia, casos eles tivessem sido condenados, é possível que Netanyahu também viesse a ser acusado por envolvimento neste cado de super faturação dos submarinos que foram comprados da Alemanha.