COVID-19 em Israel: Normalização com o fim de restrições

Mais um grande passo para a normalização da vida no Estado de Israel, hoje o ministério da saúde está cancelando todas as restrições, e até mesmo o uso dos passos verdes e roxo, que determinavam o padrão de exigências para os cidadãos.

COVID-19 em Israel: A partir de hoje, não haverão restrições em shows, apresentações, entrada em repartições, jogos de futebol, em fim, quase tudo normal, mas o uso das máscaras em lugares fechados vai continuar obrigatório. O país nunca esteve tão perto de uma vida normal quanto agora.

A partir de hoje, grande parte das restrições impostas após a eclosão do coronavírus foram suspensas, dada a baixa morbidade. Já não é necessário apresentar o passe verde ou exame negativo em empresas, hotéis e locais de trabalho, e foram abolidas as restrições ao passe roxo em todos os setores da economia e as restrições à aglomeração. No entanto, continua a ser obrigatório o uso de máscaras em ambientes fechados, bem como restrições à entrada e saída do país.

Em votação por telefone, o Gabinete Coronavírus aprovou a proposta do Ministério da Saúde de estender a obrigação de realizar um exame de coronavírus 72 horas antes de entrar em Israel, bem como outro exame imediatamente após a entrada, até 29 de junho. No entanto, foi abolida a obrigação de manter distância no aeroporto e de preencher uma declaração de saúde na saída do país.

2 comentários em “COVID-19 em Israel: Normalização com o fim de restrições”

    • Aqui no Brasil temos um presidente que não zela pelas vidas e sim em campanha política para continuar mamando nos cofres públicos Ele e toda sua família de genocidas e negacionistas. Em Israel eles deram importância a ciência e não em ideologia Olavista.

Os comentários estão encerrado.