Drama político em Israel antes de posse de governo

O parlamentar Eli Avidar de Yisrael Beiteinu recusou uma oferta para ser nomeado ministro do Ministério das Finanças, Avigdor Lieberman, mas mesmo assim anunciou que apoiaria a inauguração do “governo de mudança”. Depois disso, ele pode votar de forma independente e às vezes contrária à posição do presidente do partido, Avigdor Lieberman. Enquanto isso, a facção Yisrael Beiteinu anunciou a divisão de cargos de seus membros no próximo governo.

Lieberman será o Ministro das Finanças, Oded Forer será o Ministro da Agricultura, Periferia e Desenvolvimento do Negev e da Galiléia e Hemed Amar será o Ministro das Finanças. Alex Kushnir assumirá a presidência do Comitê de Finanças, Yulia Malinowski assumirá a presidência do Comitê de Reformas, enquanto Yevgeny Soba será o presidente da facção e vice-presidente do Knesset.

Tudo indica que a homogeneidade da nova coalisão está bastante frágil, pois são muitos partidos formando um governo que se parece mais com uma coxa de retalhos. Eli Avidar poderá ser uma pedra no sapato da coalisão parlamentar do governo que ainda não foi empossado. Pois nos próximos meses, ele poderá votar contra decisões do governo, levando-o a cair.