Ex-ministro da Inteligência iraniano: O Mossad se infiltrou no governo

O ex-ministro da Inteligência iraniano, Ali Yunsey, disse hoje (terça-feira) que os serviços de inteligência de Israel conseguiram se infiltrar em vários setores do país e muitos altos funcionários são cúmplices da conspiração envolvendo o Mossad.

“Os líderes do país não mostram interesse no bem público e em suas vidas, e a instituição conseguiu, sob a tentação de influência e dinheiro, se infiltrar nos órgãos de segurança do regime”, disse Yunsey ao site de notícias iraniano Jamarn.

“Agora o regime está ocupado perseguindo pessoas leais ao estado, especialmente da corrente reformista, em vez de identificar e prender os infiltrados que trabalham a serviço de Israel.

Yunsey serviu como ministro da inteligência, uma posição de muito maior significado na época, durante o mandato do presidente reformista Muhammad Khatami, entre 1997 e 2005.

As críticas de Yunsey ecoam as palavras do ex-presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, que afirmou no mês passado que agentes israelenses se infiltraram no sistema de contra-espionagem de seu país, especialmente no departamento que trata da espionagem israelense. Ahmadinejad também afirmou que elementos dos serviços de inteligência de Teerã estavam empenhados em encobrir e obscurecer o rastro dos assassinos de cientistas nucleares iranianos, incluindo o chefe do programa nuclear militar iraniano, Muhsin Fahrizda.

Em entrevista à mídia local no Irã, o ex-presidente, que foi desqualificado na última eleição, disse que “houve uma enorme operação israelense que usou uma gangue corrupta de seguranças no topo do sistema de inteligência nacional”. Ahmadinejad também acrescentou que o chefe da “gangue” era o chefe do departamento de assuntos israelenses no serviço de inteligência iraniano, mas não revelou seu nome ou os anos em que serviu.

Fonte: IsraelHayom

1 comentário em “Ex-ministro da Inteligência iraniano: O Mossad se infiltrou no governo”

  1. Agora acusam Israel para os vários acidentes e incidentes que têm ocorrido em seu país,o Irã.Muito do que está sendo dito pode ser verdade pois somente alguém altamente qualificado poderia provocar tais coisas.
    Achamos que Israel está por trás disso tudo e certamente tem por objetivo diminuir a força e a arrogância dos aitolás xiitas em ficar armando terroristas para atacarem Israel.Se são culpados,merecem muito mais sabotagens!
    A Síria tanto tentou destruir Israel que agora é ela quem está sendo destruída!
    “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem”(Gn 12.3).

Os comentários estão encerrado.