Governo Biden: Reabriremos Consulado na Palestina em Jerusalém Oriental

O secretário de Estado dos EUA, Anthony Blinken, disse no final de sua reunião com Abu Mazen em Ramallah que espera-se que os EUA reabram o consulado dos EUA em Jerusalém, que na verdade serviu como embaixada dos EUA na Autoridade Palestina e foi fechado pela administração Trump.

Ele anunciou que os Estados Unidos forneceriam US 5,5 milhões em ajuda emergencial para a Faixa de Gaza e US 32 milhões para organizações internacionais de ajuda. Blinken também observou que o governo pedirá ao Congresso US $ 75 milhões para ajudar a Autoridade Palestina durante 2021.

Enfim, após a operação militar em Gaza, Estados Unidos fala uma coisa, mas pratica outra. Anthony Blinken sorri para as câmeras em discurso junto com Netanyahu, mas apunha-la o povo de Israel pelas costas, praticamente reconhecendo Jerusalém como capital palestina.

Fonte: IsraelHayom, YnetNews

8 comentários em “Governo Biden: Reabriremos Consulado na Palestina em Jerusalém Oriental”

    • Movido pelo Poder das trevas e forças das trevas, enganado pelo diabo, a serpente me enganou e eu comi, como disse a mulher a DEUS, como desculpa. Tem que ter conhecimento e Prática da PALAVRA , Jejum e vida santificada, para vencer o diabo no deserto Mateus 4.

    • Era esperado. Para cumprir a Grande tribulação, vai haver um acordo entre palestinos e judeus. Sera desenvolvido um estado palestino alem do estado judaico.

  1. Infelizmente o Bidê venceu as eleições nem se sabe como e está sendo obediente às agenda globalista.

  2. Eu considero EUA como uma noiva infiel, que na hora de assumir o casamento trai o noivo com outro homem!
    E o nosso governo de Bolsonaro cheio de promessas, sobre a transferência da embaixada do Brasil para Jerusalém.
    Pode virar outra noiva infiel também! Lamentável!

  3. Prezados Judeus. Sempre olhei com indignação quando via o povo judeu se entrosando com os devotos de outras religiões. Releiam a Torah e reflitam qual era a reação do Eterno pois essa reação ainda se observa hoje.
    Devemos sim! Nos entrosar-mos no desenvolvimento científico e tecnológico bem como na vida econômica mundial. Mas, para mim, os Judeus devem abrir as portas para o mundo que os procuram por livre escolha pois somente quando o ser humano atinge um grau de PUREZA espiritual ele é atraído pela TORAH. Shalom

Os comentários estão encerrado.