Guerra cibernética: Iranianos invadiram sistemas de empresas em Israel e nos EUA

A guerra cibernética é diária, mas parece que os iranianos não tem limites, e isto não vai ficar barato para eles, pois a resposta poderá causar muitos danos a tão fragilizada economia iraniana. Diariamente, hackers iranianos tentam invadir sistemas governamentais e empresariais do ocidente, como forma de retaliação pelo bloqueio internacional a ditadura em seu país.

A Microsoft anunciou que hackers suspeitos de estarem ligados ao Irã tentaram invadir contas do Office 365 pertencentes a empresas de segurança nos Estados Unidos e Israel, incluindo aquelas que fazem satélites, drones, radares e sistemas de comunicação de emergência – e conseguiram invadir pelo menos 20 deles.

Esses são ataques de “espalhamento de senha”, nos quais hackers tentam invadir muitas contas usando várias senhas possíveis, na esperança de que uma delas seja capaz de obtê-las. A Microsoft descobriu o ataque em julho passado e informou as empresas relevantes .