Irã busca motivo para vingar-se de minoria Bahai’i

Em Israel a seita Bahai’i goza de liberdade religiosa, mas no Irã já são perseguidos por dois séculos, agora. Agora, os líderes da República Islâmica do Irã buscam ocasião para se vingar e eliminar o maior número possível de pessoas influentes na seita.

Relatos no Irã: “Uma rede de espionagem de membros da comunidade bahá’í que apoia Israel foi presa”

A mídia iraniana relata que as forças de segurança prenderam 12 bahá’ís no norte do país. A seita Bahá’í foi proibida no Irã e os membros da seita são acusados ​​de apoiar Israel e subverter o regime iraniano. De acordo com a mídia no Irã, as prisões foram feitas em mais de uma cidade no norte do país, e os detidos são acusados ​​de colaborar com Israel.

1 comentário em “Irã busca motivo para vingar-se de minoria Bahai’i”

  1. A República Islâmica do Irã deveria se preocupar em transformar suas terceiras maiores reservas de petróleo do mundo,na diminuição do imenso fosso que separa os ricos e os pobres da população iraniana.
    Um dia,o petróleo vai acabar.Sobrarão, apenas,as romãs?

Os comentários estão encerrado.