Israel permitirá 1000 comerciantes de Gaza entrarem no país

Em uma tentativa de aliviar as precárias condições de vida na Faixa de Gaza, está é a primeira vez, desde a última operação militar na Faixa de Gaza, em que palestinos da região receberão permissão para entrar e trabalhar em Israel. Se a paz continuar na região, Israel poderá permitir que mais trabalhadores de Gaza entrem no país.

O Coordenador de Operações Governamentais nos Territórios Ocupados, Major General Rassan Aliyan, anunciou que, tendo em vista a manutenção da estabilidade da segurança na Faixa de Gaza, a entrada de 1.000 comerciantes de Gaza em Israel através da passagem de Erez será retomada, a partir da manhã de domingo.

As licenças para Israel serão emitidas apenas para os vacinados Corona e em recuperação. Também foi relatado que as exportações de Gaza para Israel serão abertas através da passagem de Kerem Shalom, e que as importações de Israel para Gaza serão expandidas – também para componentes do setor de transporte e comunicações. Além disso, será aprovada a introdução de equipamentos e bens para o benefício da infraestrutura humanitária da Faixa, como esgoto e água.