Israelense-Americano ganhou prêmio Nobel de Economia

Entre os judeus, ele seria mais um das centenas de judeus que já ganhou um prêmio Nobel, mas entre os que detém a cidadania israelense, ele é o 13º. E o Estado de Israel inteiro está mais uma vez orgulhoso de um dos seus cidadãos.

Após oito anos de intervalo, Israel está de volta ao mapa com o Prêmio Nobel – mas como na vez anterior, desta vez também é uma vitória “semi-israelense”: o Prof. Josh Angrist do MIT, um israelense-americano, tornou-se o 13º israelense a ganhar o prêmio de maior prestígio, embora tenha desistido de seu primeiro ano como estudante de graduação na Universidade Hebraica.

“Estou cansado, professor de economia ganha como professor de literatura”

O anúncio em Estocolmo da vitória do Prof. Angrist junta-se à vitória de 12 outros israelenses com o prêmio. Até agora, o prêmio é concedido anualmente a personalidades selecionadas por sua contribuição à ciência, literatura e humanidade como um todo, o autor SY Agnon, os estadistas Menachem Begin, Yitzhak Rabin e Shimon Peres, os bioquímicos Avraham Hershko e Aharon Ciechanover, o psicólogo Daniel Kahneman, o matemático Israel Oman, e os cientistas Ada !, Dan Shechtman, Arie Warschel e Michael Levitt.

Em uma conferência de imprensa de zoom realizada ontem (segunda-feira), após o anúncio na Suécia de Angrist ganhar o prêmio junto com o Prof. Gido Emmens e o Prof. David Card, ele disse que “Eu ainda não acredito que apenas algumas horas se passaram, é a maior honra que uma pessoa pode receber ”. Angrist, 61, ganhou o Prêmio Nobel por “sua contribuição metodológica para a análise fator-resultado”. Ele receberá 2,5 milhões de coroas suecas – $ 275.000. “Ainda não pensei no que farei com o dinheiro”, admitiu.

Fonte : YnetNews – Foto: MIT Economics