Jovem baleado em atentado terrorista morreu e terrorista foi preso pela IDF

Yehuda Guetta, 19, de Jerusalém, morreu em decorrência dos ferimentos no Hospital Beilinson. Ele foi mortalmente ferido no ataque a tiros no cruzamento de Tapuach esta semana. O falecido Guetta estudou na yeshiva de Itamar, deixando para trás os pais, quatro irmãos e duas irmãs, seu funeral foi nesta manhã às 11:00 h no Monte das Bem-aventuranças em Givat Shaul em Jerusalém.

A polícia e as IDF, localizaram hoje, 4 dias após o atentado, e prenderam o terrorista que executou o ataque a tiros no entroncamento de Tapuach, no qual Yehuda Guetta foi morto e dois outros jovens ficaram feridos, disse o GSS. Em uma batida na aldeia de Silwad na Samaria, onde ele estava escondido, Montser Shelby, ele é um morador de 44 anos da aldeia de Lupin Aya, que não pertence formalmente a uma organização terrorista, e foi preso.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu referiu-se à captura do terrorista que executou o ataque no cruzamento de Tapuach e disse: “Elogio o Shin Bet, as IDF e a polícia por sua ação rápida e determinada que levou à captura do desprezível terrorista que assassinou Yehuda Guetta e feriu Benaya Peretz. ” Ele acrescentou que “o longo braço de Israel alcança qualquer pessoa que prejudique nossos cidadãos”.