Justiça para todos: 5 jovens judeus irão a julgamento

A promotoria deve abrir um processo contra cinco suspeitos, um garoto de 17 anos e jovens na casa dos 20, residentes de Hadera e Jerusalém, sob suspeita de envolvimento no ataque a um jovem árabe de origem nacionalista e feri-lo gravemente em Jerusalém central em 19 de agosto.

Segundo a suspeita, os jovens e o menino se conheceram no centro da cidade quando pretendiam continuar a “Slichot” no Muro das Lamentações, e no caminho encontraram a vítima. Os suspeitos começaram a discutir com ele e até o esfaquearam. A vítima é então levada às pressas para o hospital. A detenção dos suspeitos foi prorrogada até o próximo domingo.