Libaneses: Israel atacou na Síria durante a madrugada

Um ataque misterioso na fronteira Síria-Iraque, um dia depois de um cidadão americano ser morto a tiros no centro de Bagdá: pelo menos dez pessoas foram mortas na noite passada (terça-feira) em um ataque a um comboio que incluía caminhões de combustível na fronteira Síria-Iraque . É o que disseram à agência de notícias AP fontes entre as milícias que operam na área.

Segundo eles, o ataque atingiu um comboio no qual havia 15 caminhões e estava a caminho de atravessar do Iraque para a Síria perto de Al-Qaim. Ainda não está claro quem é o responsável por esse ataque, mas os mesmos milicianos disseram que alguns dos mortos eram iranianos.

O canal de TV “Al Mayadin” informou que o ataque foi realizado depois que os caminhões cruzaram a fronteira e estavam em solo sírio, e as autoridades alegaram a eles que Israel realizou o ataque. A rede “Al Arabiya” informou que o ataque foi direcionado a locais identificados com as milícias iranianas. O Centro Sírio para Monitoramento dos Direitos Humanos, um órgão da oposição síria com sede em Londres, afirmou que a identidade da força atacante ainda era desconhecida e indicou que pelo menos 15 pessoas foram mortas no ataque.

De qualquer forma, por enquanto não houve resposta síria à questão e nenhum funcionário atribuiu o ataque a Israel. Os Estados Unidos atacaram muitas vezes no passado na região, mas também houve ataques que publicações estrangeiras atribuíram a Israel.

A entrada do hospital em Bagdá para onde foi levado o corpo do cidadão americano (Foto: AP)
O ataque aconteceu um dia depois que um cidadão americano, Stephen Truel (45), foi morto a tiros no centro de Bagdá. Truel, que morava com sua família na capital iraquiana, foi assassinado por assassinos desconhecidos enquanto estava em seu carro.

Fonte: YnetNews, foto ilustração: Porta-voz da IDF