Motivo para guerra? Israel aprovou projeto para dobrar população judaica no Golan

O governo de Israel aprovou ontem em uma decisão inédita, a construção e o desenvolvimento para dobrar a população judaica na região das Colinas de Golan. Esta medida é a continuação de uma decisão do governo anterior de Benjamin Netanyahu e que foi finalmente aprovada somente no governo de Naftali Bennett. Na Síria, que reclama a região após perdê-la durante a Guerra dos Seis Dias, já estão reclamando.

Síria condena decisão sobre Golan: Crime de guerra

A Síria condenou a decisão do governo israelense de aprovar um plano para dobrar a população das Colinas de Golã. O Ministério das Relações Exteriores da Síria emitiu um comunicado classificando a decisão como “uma escalada severa e sem precedentes por parte das autoridades israelenses no Golã Ocupado na Síria”. A declaração acrescentou: “Israel continua sua política de assentamentos e violações sistemáticas, que são crimes de guerra. O Golã é parte integrante do solo sírio e trabalharemos para devolvê-lo totalmente à sua pátria, por qualquer meio permitido pelo direito internacional.”

Fonte: YnetNews, IsraelHayom

Deixe um comentário

nove + dezesseis =