Onda de Coronavírus bate novo record em Israel

3.818 israelenses foram diagnosticados no último dia como positivos para Corona. A informação é de acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados nesta manhã (segunda-feira). Este é mais um recorde na quarta onda da corona, e quase o dobro do número de positivos para a corona que foram encontrados ontem – 2.122. O ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, disse esta manhã que o número de infecções e a taxa de aumento do número de pacientes é difícil, segundo ele.

A taxa de testes positivos ontem foi de 3,75%, de cerca de 102.000 testes, sem incluir os testes da pesquisa. Um total de 419 pacientes corona são hospitalizados nos hospitais. A condição de 221 deles é severamente definida, e 46 também estão conectados à máquina da alma. No último dia, o número de pacientes aumentou drasticamente em seis e o número de respiradores em quatro. De acordo com o Ministério da Saúde, seis pessoas infectadas com a corona morreram desde ontem. Cinco deles ontem e um deles hoje.
O Ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, que visitou o Hospital Sheba em Tel Hashomer, disse esta manhã: “Queremos intensificar a luta contra a epidemia – e isso inclui, antes de mais nada, aumentar o esforço para se vacinar. Queremos atingir a meta de 150.000 vacinadores por dia na terceira vacina. ” Segundo Horowitz, “vamos aumentar a fiscalização do uso de máscaras em espaços fechados, porque isso é o mais importante e eficaz. Não custa nada e não dificulta a operação”.

Ontem 3.161 israelenses foram diagnosticados positivos com Coronavírus ontem no país, este é um novo record nesta nova onda de contaminação. Estes dados foram divulgados mais cedo pelo Ministério da Saúde de Israel.

Além disso, uma conselheira em um acampamento de verão foi diagnosticado positivo para Corona em Ramat Gan, a consequência é desastrosa para os alunos, pois nos últimos dias, ela ministrou aulas em 21 creches da cidade. Em resumo, todas as 21 creches da cidade foram encaminhadas para isolamento. Como resultado, os pais, mesmo os vacinados, serão obrigados a ficar com os filhos em casa – pois são crianças pequenas que ainda não podem ser deixadas sozinhas sem a observação de um adulto.

Em Israel já começou a vacinação da terceira dose de vacinas da Pfizer/Biontech, na tentativa de assegura a imunidade dos idosos no país que são a principal população de risco. Dezenas de milhares já se vacinaram e a campanha está a todo vapor.