Propaganda islâmica no The New York Times contra Israel

The New York Times: O Irã ataca base dos EUA na Síria em retaliação aos ataques israelenses

Um ataque de UAV a uma base militar dos EUA em al-Tanf, no norte da Síria, no mês passado, foi uma vingança iraniana aos ataques israelenses na Síria. Isso é o que disseram oito fontes americanas e israelenses que falaram com o New York Times. O ataque do UAV, que não causou vítimas, foi a primeira vez que o Irã ordenou diretamente um ataque militar contra os Estados Unidos em resposta ao ataque de Israel.

As acusações do The New York Times são vergonhosas, pois os Estados Unidos saíram da Síria, então era de se esperar que qualquer grupo terrorista entrasse no lugar, neste caso, o maior do Mundo, a Força Quds da ditadura iraniana. Será que é tão difícil para os “jornalistas” do The New York Times entenderem isso ou se trata de uma propaganda anti-israelense(para não dizer anti-semita) e pró islamistas de um dos maiores jornais americanos. Gostaria de saber como eles agiriam se o Islã se tornasse a religião oficial nos Estados Unidos e no país fosse imposta a Sharia. Tenho certeza de que pensariam 20 vezes mais antes de publicar algo contra o governo como fizeram agora contra seu próprio país.

O The New York Times deixou de ser relevante já faz muito tempo, se tornando uma fábrica de Fakenews e correndo atrás do ovo de ouro do sensacionalismo virtual. O fim desta empresa será o mesmo daqueles que se levantam se motivos contra o Povo e o Estado de Israel, a ruína total.