Quando Israel diz: Grupos palestinos no Líbano, o realmente isso significa?

Pois bem, hoje por volta do meio dia, os libaneses dispararam morteiros contra os vilarejos no norte de Israel, dois deles caíram em território israelense e um errou caindo no território libanês. Após os disparos feitos pelos terroristas no Líbano, as Forças de Defesa de Israel responderam com disparos de artilharia em direção ao local onde onde os foguetes foram lançados, em três períodos diferentes. Imediatamente após o incidente, o porta-voz das Forças de Defesa de Israel publicaram uma nota de imprensa dizendo que os disparos foram feitos por organizações terroristas palestinas, e o que realmente isso significa?

É importante salientar que o Líbano é um dos países mais faccionados do Mundo, são xiitas contra sunitas, muçulmanos contra cristãos, pró-sírios versus contra-sírios, enfim, um país de zé ninguém, onde a muitos caciques e poucos índios.

Grupos palestinos no Líbano: Bem, é verdade que existem organizações terroristas palestinas no sul do Líbano, mas nenhuma delas ousaria disparar sem o consentimento do Hezbollah, que é o manda chuva na região. Então por que Israel não diz que é o Hezbollah? Na realidade, pode até ter sido realmente o Hezbollah, que de fato é uma das muitas e a mais forte das organizações palestinas no Líbano. Então mais uma vez nos perguntamos por que motivo as Forças de Defesa de Israel não declaram isso de forma explícita?

Bem, agora entendamos o cerne da questão. Como não há exatamente como “provar” a participação direta sem uma foto ou vídeo claros, é muito mais confortável para Israel dizer que uma das organizações palestinas no Líbano foi quem disparou, desta forma, não se compromete a realizar uma operação mais severa e a uma resposta que pode levar a mais uma guerra regional como a Segunda Guerra do Líbano. Hezbollah por sua vez também se aproveita da situação para ficar como um cão vira-lata, rosnando sem latir e sem morder. Afinal de contas, o atual governo israelense de Naftali Bennett, é muito fraco politicamente, conta com o apoio de árabes muçulmanos, e uma intervenção mais séria pode acabar levando a coalisão a se dissolver rapidamente.

A UNIFIL exortou o Líbano e Israel a exercer moderação e evitar a escalada após o lançamento de foguetes contra Israel e uma resposta das FDI que incluiu fogo de artilharia. A delegação da força militar disse em comunicado que “permanece em pleno contato com as partes e canais de cooperação” e está trabalhando para fortalecer a segurança na fronteira. O comunicado acrescentou que “a ordem deve ser restaurada para que a UNIFIL possa começar a investigar o incidente.” Mas todos nós sabemos que a investigação da UNIFIL não vale de nada, e que o Líbano tem sorte de seu inimigo ser Israel, que tem misericórdia, pois se fosse outro país mais radical, já teria acabado com eles já faz muito tempo.

1 comentário em “Quando Israel diz: Grupos palestinos no Líbano, o realmente isso significa?”

  1. O ETERNO tem o controle e o domínio de tudo na hora determinada Ele dará as ordens e todos seus inimigos irá conhecê-lo e quem manda

Os comentários estão encerrado.