Ultra-ortodoxos preferem apoio árabe do que a esquerda em Israel

No contexto do discurso do presidente do partido árabe Raam, Mansour Abbas, a grão rabino ultraortodoxo Rabi Kanievsky foi ouvido dizendo aos seus associados hoje (quinta-feira) declarações extraordinárias sobre a formação do novo governo.

“É melhor para o Yiddishkeit ir com os representantes do público árabe do que com os representantes da esquerda”, disse ele.

Ele disse: “A natureza do estado também é importante para eles e eles não querem promover um caldeirão e tornar todos seculares”, observou.

“Também em questão de recrutamento, o respeito pela religião e os valores familiares estão muito mais próximos de nós”.

Mansour Abbas: “Não estou à direita ou à esquerda – meu público me deu um mandato para mudar”

No seu discurso esta noite em Nazaré, Mansour Abbas disse: “Não quero fazer parte de nenhum bloco – à direita ou à esquerda. Estou aqui por outro bloco – o bloco do meu povo. Estou aqui e quero dizer que chegou a hora e é hora de ouvir o outro, de conhecer a narrativa e de buscar um futuro juntos ”.

Fonte: IsraelHayom

2 comentários em “Ultra-ortodoxos preferem apoio árabe do que a esquerda em Israel”

  1. Está igual aquele que caia sobre nós e nossos filhos o sangue desse justo, assim é aquele que prefere os extranhos do que o seu povo, que pena que uma casa dívida não permanece, eu oro muito por Israel, não só eu mas muitos outros, mais o pior inimigo de Israel, é o próprio Israel,e isso me deixa muito triste, quando é que Israel vai reconhecer o seu valor? e quando é que vão ser como irmãos, como diz o salmo 133, para que o senhor se agrade e faça suas bençãos ser derramadas como o monte hermom, que rega todas as regiões

Os comentários estão encerrado.