Violência árabe novamente no Monte do Templo

Vários árabes que deixaram o serviço religioso ao meio-dia (sexta-feira) no Monte do Templo atiraram pedras nos policiais. A polícia disse que alguns dos fiéis até gritaram slogans incitando a violência contra os judeus: “Khaybar Khaybar Ya Yehud, o exército de Maomé retornará.” Um slogan que lembra o massacre contra a comunidade de judeus em Khaybar, a maior que havia na arábia na época de Maomé.

No Crescente Vermelho, foram relatados três feridos árabes, que foram evacuados para tratamento em hospitais em Jerusalém Oriental. Dois foram atingidos por balas de esponja e um por uma pedra, aparentemente atirada por um árabe.

O violento incidente ocorre poucos dias após o desfile da bandeira. Os islamistas árabes afirmam que essas ações são uma resposta aos apelos feitos por judeus contra o Profeta Muhammad.

1 comentário em “Violência árabe novamente no Monte do Templo”

  1. Tenho certeza que se Israel se unir nun clamor,por livramento, tenho certeza que o eterno criador, causará um terror tão grande nos inimigos de Israel a tal ponto de eles mesmo se confundir,e destruir-se-ao uns aos outros,e assim eles próprio se alto destruirão, como foram nos tempos antigos, como nos tempos de josafá,e de Eliseu.

Os comentários estão encerrado.