Aspectos da 18ª Parashá משפטים Mishpatím ou, JUÍZOS (decisões)

pelo Ms. J. Pietro B. Nardella-Dellova, darsham

da Sinagoga Sêh HaElohim/Scuola

O Texto da Parashá é: Shemot (Êx): 21: 1 até 24: 18
O Texto da Haftará: Yirmiahu (Jer) 34: 8-22; 33: 25-26

OS ASPECTOS DESTA PARASHÁ SÃO:

 O escravo hebreu (Ibri) – 21: 1 e ss (ler, ainda, 22:3 e Lev 25:39)
 A serva hebréia (amah) – 21: 7 e ss;
 Homicídio – 21: 12 e ss;
 Assassínio – 21: 14;
 Ferindo (injuriando) os pais – 21: 15;
 Seqüestro – 21: 16;
 Amaldiçoando os pais – 21: 17;
 Ferimento de pessoas – 21: 18;
 Morte de escravos – 21: 20 e ss;
 Danos pessoais à mulher/aborto por briga entre homens –21:22 e ss
 Ferimento no escravo – 21: 26 e ss;
 Animal bovino (chifrada) – 21: 28 e ss;
 Um buraco no chão (danos) – 21: 33 e ss;
 Penalidades por roubo/furto – 22: 1 e ss;
 Prejuízo por pastagem – 22: 5
 Prejuízo por fogo – 22: 6
 Coisas roubadas/perdidas em depósito infiel – 22: 7 e ss;
 Coisas emprestadas e alugadas – 22:14;
 Sedução – 22: 16 e ss;
 Da feitiçaria – 22: 18;
 Do coito com animal – 22: 19;
 Idolatria – 22: 20;
 Como tratar estrangeiro – 22: 21;
 Como tratar as viúvas e órfãos – 22: 22;
 Empréstimo em dinheiro – 22: 25 e ss;
 Não cobrar juros (neshech) – 22: 25;
 Da garantia (penhor) – 22: 26 e ss;
 Não amaldiçoar (kahal: por rebeldia) os juízes (elohim) – 22: 27;
 Não amaldiçoar (arar: motivado pela inveja) um líder do povo – 22:27
 Não tardar em trazer os primeiros frutos (bikurim) – 22: 29;
 Dar o primogênito ao Eterno e também dos animais. Filho e primogênitos dos animais ficam 7 dias com a mãe: no 8º é do Eterno – 22:29 -30;
 Ser Kadosh (consagrado) ao Eterno. E não comer carne dilacerada no campo por predador – 22: 31;
 Não fazer lashom ha-rá – 23: 1;
 Não ser testemunha corrupta – 23: 1;
 Não seguir a maioria para o mal – 23: 2;
 Não perverter a justiça – 23: 2;
 Não favorecer (pervertendo o direito) a ninguém nem o pobre – 23: 3;
 Do achado do animal de outrem –23:4;
 Ajudar o inimigo com animal caído-23:5;
 Os juízes não devem desprezar e perverter o julgamento dos que não têm valor – 23: 6;
 Os juízes devem afastar-se de qualquer coisa falsa – 23: 7;
 Os juízes não devem matar um inocente e não deixar livre um culpado – 23: 7;
 Os juízes e o suborno – 23: 8;
 Os juízes não devem oprimir os estrangeiros/prosélitos – 23: 9
 Não explorar a terra mais que seis anos: deixá-la aos pobres no 7º ano – 23:10 -11
 Não trabalhar no Shabat – 23: 12;
 Ser zeloso para cumprir as Mitzvôt-23:13
 Não pronunciar o nome de deuses-23:13;
 As três festas anuais ao Eterno (Shavuot, Sucot e Matzot/Pessach, Bikurim)-23:14;
 Não cozinhar carne no leite – 23: 19;
 Ser cuidadoso diante do Anjo – 23: 20;
 Promessas do Eterno para ocupação da terra prometida – 23:26 ss
 Aliança com Moshè e outros – 24: 1 e ss
 Outra vez: tudo o que o Eterno falou, faremos e obedeceremos – 24:7
 Tábuas de Pedra, a Torá, as Mitzvôt: entregues a Moshè – 24: 12 ss
 O Eterno se revela no 7º dia  e  Moshè permanece por 40 dias na Sua Presença-24:15

Preparada em 1 aprile 2005 – 21 Adar II 5765, para Sinagoga Sêh HaElohim e disponibilizada para leitores do CafeTorah em 25 febbraio, 2006 – 25 Shevat, 5766

Nas bênçãos do Eterno e na luz do Mashiach

© Ms. J. Pietro B. Nardella Dellova, darsham

da Sinagoga Sêh HaElohim/Scuola 

veja textos em:
www.cafetorah.com (páginas de judaismo messiânico e sabedoria judaica)

veja outros textos em:
www.faj.br/artigos.phpwww.policamp.edu.br/artigos.html

e-mail para contato:
[email protected]
[email protected]