Resumo do processo inquisicionista contra Leonor Rodrigues

Leonor Rodrigues, teve processo na Inquisição (Coimbra, proc. 881), a 09/11/1663-10/03/1685, acusada de Judaísmo; Heresia; Apostasia. Casou em 26 de Julho de 1645 com Álvaro Guterres Pacheco.

RÉ FOI OUVIDA E, EM 1663-11-10, OBTEVE LICENÇA PARA SE IR PARA A SUA TERRA, SENDO-LHE PASSADO TERMO DE SEGREDO; EM 1664-12-01, CONFESSOU MAIS CULPAS; EM 1685-02-07, JÁ ENTÃO CASADA COM ÁLVARO GUTERRES, MERCADOR, FOI NOTIFICADA PARA SE VOLTAR A APRESENTAR; NÃO FOI A AUTO-DE-FÉ PÚBLICO; EM 1685-03-12, FOI-LHE PASSADO TERMO DE IDA(deportação), SEGREDO E PENITÊNCIAS.