Technion um modelo a seguir.

O instituto do Technion, na região de Haifa, já é conhecido há muito pelo grande número de prêmios nobel.

Os dois ganhadores do Prêmio Nobel de Química, Chernubar e e Hershko estudaram alí na faculdade de medicina.

Repford o fundador da faculdade de medicina, de onde saíram os ganhadores do prêmio Nobel de Química, é um homem um tanto diferente. Israelense, foi o fundador da Polícia do Exército. Em 1957 decidiu deixar o país para se tornar um banqueiro em Geneva, Suiça. Hoje tem negócios ao redor do mundo. Ele é considerado um dos mais ricos israelenses.

Não deseja fama perfa fortuna, mas quer ser lembrado como um grande doador. Ele foi o financiador da faculdade de química de onde saíram os ganhadores do prêmio Nobel de Química.

Em uma das suas primeiras menções, aos meios de comunicação declarou.
“— Se alguém me solicita-se doar para países árabes também o faria com prazer.”

Atualmente está envolvido com a idéia de tornar o centro médico do Technion, em um centro onde outros países árabes venham a trazer seus médicos ou formar equipes de treinamento, afim de montar centros semelhantes em outros países, do Oriente Médio.

Suas relações com os países árabes se estreitaram, após fechar acordo com estes para o fornecimento de petróleo para sua refinarias, na Bélgica e nas ilhas do Caribe.

Apesar de quase não se expressar nos meio de comunicação, após o prêmio nobel resolveu falar, afim de insentivar a outros possíveis doadores ao redor do Mundo. “Ao que doa Deus o recompensa”, se expressou.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de doar a países árabes, a resposta foi simple e objetiva. Ninguém ainda não solicitou, quando houver necessidade eu o farei com prazer.